1. See Detail
Você não tem nenhum produto adicionado ao carrinho.

Arquivo Mensal: Abril 2022

  1. Descanso faz parte do treino?

    Descanso faz parte do treino?

    DESCANSO FAZ PARTE DO TREINO?

    Fazer pequenas pausas entre os exercícios pode parecer enrolação, mas a ciência diz que é essencial – vem entender!

     

    Você vai para a academia com foco nos seus resultados: mais massa muscular, eliminar aquela gordurinha localizada, ou mesmo manter a saúde em dia. Por isso, quando chega no treino, não quer parar nem 1 minuto para atingir suas metas o quanto antes. Quem nunca?

    Pois a gente precisa te contar uma coisa: você precisa descansar entre os exercícios!

    Isso mesmo - fazer pequenas pausas entre um aparelho e outro, ou mesmo entre uma série de repetições e outra deve sim, fazer parte da sua rotina de exercícios. Quer entender o porquê? E por quanto tempo você precisa descansar? Vamos te explicar tudo isso agora mesmo!

    POR QUE PRECISO DESCANSAR ENTRE OS EXERCÍCIOS?

    Por que os músculos precisam de um período de recuperação para fabricar de novo substâncias como a adenosina trifosfato intramuscular e fosfocreatina, substâncias que servem para trazer energia de volta aos músculos.

    Além disso, pesquisas mostram que dar aquela paradinha entre os exercícios é capaz de promover adaptações nos sistemas endócrino, muscular e cardiovascular, trazendo   benefícios para essas funções corporais.

    QUANTO TEMPO DEVE DURAR O DESCANSO?

    É preciso dizer aqui   a ciência ainda não chegou a um consenso em relação à duração da pausa entre exercícios. Uma pesquisa sugeriu que numa série de seis exercícios, uma pausa de 3 minutos mostrou-se mais benéfica do que a de 1 minuto, uma vez que os participantes que descansaram mais tempo conseguiram fazer uma série maior de repetições.

    Um outro estudo apontou que o descanso de apenas 1 minuto, quando  a pausas de 3 e 5 minutos, gerou um declínio no número de repetições realizadas pelos participantes, sugerindo que esse tempo pode ter sido insuficiente.

    Assim, o que a ciência tem mostrado é que intervalos entre 2 e 5 minutos parecem ser adequados para que o corpo se recupere e assim você consiga resultados melhores no treino.

    Por isso, não se sinta mal de parar um pouquinho entre os exercícios – você não vai estar enrolando, mas  ajudando seu corpo a aguentar melhor os exercícios. E você pode aproveitar para bater um papo com os amigos – assim, seu treino vai fazer bem para seu corpo e  ! ;)

     

     BIBLIOGRÁFICAS:

    1. Harris RC, Edwards RHT, Hultman E, Nordesjö LO, Nylind B, Sahlin K. The time course of phosphorylcreatine resynthesis during recovery of the quadriceps muscle in man. Pflügers Archiv. 1976; 367(2): 137-142.
    2. Cardozo D, Lemos S, Simão R. Influência da ordem dos exercícios e do tempo de intervalo de descanso entre séries no desempenho do número de repetições no treinamento para resistência muscular. R. bras. Ci. e Mov. 2016; 24(2):154-161.
    3. Willardson JM, Burkett LN.  Acomparison of 3 different rest intervals on the exercise volume completed during a workout. The Journal of Strength & Conditioning Research. 2005; 19(1): 23-26.

     

     

    Leia mais »
  2. Crossfit: Você conhece os benefícios?

    Crossfit: Você conhece os benefícios?

    CROSSFIT: VOCÊ CONHECE OS BENEFÍCIOS?

     

    Você não precisa ser super conhecedor(a) do mundo “fitness” para já ter ouvido falar nessa palavra: crossfit.

    E a fama dessa modalidade esportiva vem do número de adeptos que não para de crescer: estima-se que há atualmente cerca de 10.000 academias conveniadas no mundo, o que mostra que essa é uma onda que veio para ficar, inclusive no Brasil. Segundo informações do site oficial de CrossFit, o país é o 4º com maior número de boxes afiliados (locais para a prática de crossfit), totalizando 1.280 unidades.

    Mas que tipos de benefícios o crossfit pode trazer para sua vida? Acompanhe aqui, pois separamos 4 deles para você saber agora mesmo:

    • ESTIMULA DIFERENTES HABILIDADES FÍSICAS

    Um dos princípios do crossfit é desenvolver ao máximo as 10 valências físicas, que são: resistência cardiorrespiratória, força, vigor, potência, velocidade, coordenação, flexibilidade, agilidade, equilíbrio e precisão. Ufa! Deu para entender o quanto o crossfit pode ser completo para você que quer trabalhar diferentes aspectos do corpo, não é mesmo?!

    • EFEITOS POSITIVOS PARA O CORAÇÃO

    Por trabalhar tantas aptidões físicas, como resistência cardiorrespiratória e força, o   é, sem dúvida é um dos maiores beneficiados com o crossfit! Estudos mostram  , indivíduos que praticaram treinos desta modalidade apresentaram uma melhor capacidade cardiorrespiratória quando comparados a pessoas praticantes de treinamento resistido tradicional.

    • CROSSFIT É INCLUSIVO!

    Diferente de outras práticas esportivas, nas quais  m-se categorias como masculino/feminino, junior/ máster, o crossfit busca colocar   os seus praticantes juntos e estimula,  a formação de times mistos para competições internas e/ou externas. Bacana, não é mesmo?

    • MOTIVAÇÃO DIÁRIA

    Se você é daquelas pessoas movidas a um bom desafio, o crossfit pode ser a sua praia! Isso porque no treinamento diário, os registros individuais são realizados durante e após o treino pelos instrutores, visando estimular a superação e melhora do desempenho.

     

    Com tantos benefícios, que tal considerar o crossfit como a física do seu dia a dia? Com certeza seu corpo – e mente – vão agradecer!

     

     

      BIBLIOGRÁFICAS:

    1. Site oficial Crossfit. Disponível em https://map.crossfit.com/?_ga=2.21893179.1416296752.1648785047-326160329.1648785047. Acesso em Março/2022.
    2. Tibana RA, Almeida LM, Prestes J. Crossfit® riscos ou benefícios? O que sabemos até o momento? R. bras. Ci. e Mov. 2015; 23(1):182-185.
    3. Organista CAM. CrossFit®: benefícios e métodos da prática vs Treinamento Resistido Tradicional: uma breve revisão. Physics. 2018.
    4. Heuer S. “Lazer sério” e Crossfit: as características da “identidade guerreira” em atletas amadores. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal do Paraná. 2019.

      

    Leia mais »