5 dicas para abrir um food truck de sucesso

O food truck foi, por muito tempo, uma das grandes tendências de meados da década de 2010. Entretanto, apesar de muita gente achar que a “moda” do food truck acabou, a história não funciona tão bem assim.

Como em qualquer outra cidade do mundo, a comida de rua é uma tendência que não deixa de ter procura - e o food truck nada mais é do que isso, uma comida que você pode encontrar rapidamente, na rua, porém com um pouquinho mais de cuidado no preparo e sofisticação.

Se você tem pensado em abrir um Food Truck mas não sabe nem por onde começar, vamos te ajudar com esse artigo. Confira algumas das melhores dicas para abrir o seu food truck e transformar o seu sonho de trabalhar com gastronomia de rua em realidade!

1 - Conheça seu público

Mesmo que o food truck seja uma comida de rua, você muito provavelmente vai encontrar alguns clientes fiéis no caminho. Isso significa que, assim como fazem os restaurantes e as grandes cadeias de alimentação, o primeiro passo de uma boa estratégia para fazer o seu food truck dar certo é conhecer bem quem você está servindo.

Qual tipo de comida eles gostam, se tem preferência por sentar ou ficar em pé, se consomem bebida alcoólica ou não, se não ligam para esperar por uma comida bem preparada ou se tem pressa. Esses são apenas alguns dos detalhes que podem fazer parte das características de seus clientes que podem ser um excelente direcionamento para criar o seu negócio.

2 - Planeje a infraestrutura da maneira correta

Para abrir o seu food truck não adianta apenas encontrar um veículo que se adeque a esse modelo e ir para a rua vender seu produto. Assim como acontece para os outros estabelecimentos de alimentação, o funcionamento de um food truck deve obedecer fielmente uma legislação desenvolvida especialmente para esse modelo de negócio.

Essa legislação passa por exigências de Vigilância Sanitária da ANVISA (como o seu alvará sanitário e boas práticas de preparação de alimentos), da Prefeitura (que vai ser responsável por lhe dar um alvará de funcionamento e regularizar seu sistema de pagamento de impostos e emissão de notas fiscais), do DENATRAN (para saber exatamente onde você pode estacionar e funcionar) e também do INMETRO (que vai regulamentar várias de suas atividades de produção para manutenção da qualidade).

Os gastos com tanta legislação e regulamentação podem ser significativos para um food truck que ainda está dando os primeiros passos, entretanto, sem eles você jamais vai conseguir funcionar dentro da legalidade e sem riscos de ter o seu negócio interditado por irregularidades.

O seu tipo de transporte também é um aspecto que precisa ser levado em consideração no planejamento, visto que a maioria dos modelos é adaptado de caminhonetes, trailers, caminhões ou furgões. Por isso, vale a pena procurar por especialistas na comercialização desses veículos para encontrar aquele que se adapte ao seu negócio.

3 - Atenção com o preparo da sua comida

Um dos principais desafios do food truck (ou charme, para muitos empreendedores nesse ramo) é como criar uma atividade de cozinha, segura e saborosa, em um ambiente tão pequeno quanto o de um veículo adaptado. Esse cenário impõe muitos desafios relacionados a não apenas o preparo da refeição, mas também de gestão de estoque, manipulação dos produtos e armazenamento dos mesmos.

O armazenamento é o principal ponto de atenção, principalmente para a ANVISA, que está sempre de olho na qualidade do local de guarda dos produtos e gerenciamento da data de uso e vencimento dos ingredientes. Por isso, trabalhar com ingredientes que lhe permitem maior flexibilidade na validade (especialmente nos primeiros meses de inauguração do food truck) pode ser uma boa saída para garantir segurança alimentar para seus clientes. Nesse cenário, alternativas como leites, ovos e outros perecíveis pasteurizados podendo ser líquidos ou desidratados podem ser a melhor opção para a sua mini-cozinha, por exemplo, a validade de um ovo desidratado é de no mínimo 1 ano.

Esses mesmos ingredientes também podem ser a solução para a falta de espaço de estoque dos food trucks, visto que ocupam pouco espaço e são muito fáceis de armazenar em locais pequenos.

Atente-se também aos produtos abertos e que são perecíveis, para que sejam armazenados em local refrigerado e para que sejam utilizados sempre de maneira rápida, evitando seu vencimento. Aproveite para sempre fazer um controle da data de uso inicial de qualquer ingrediente e seu vencimento, para ficar mais fácil de aplicar a técnica de “o primeiro que vence é o primeiro que sai do estoque”.

4 - Garanta a segurança alimentar de seus funcionários

Não apenas os seus ingredientes de uso precisam de atenção no gerenciamento do seu food truck. Garanta também que seu time de funcionários também estejam trabalhando de acordo com as regras de segurança alimentar impostas pela vigilância sanitária. Isso significa ter no mínimo um curso básico de conhecimentos de segurança alimentar e, principalmente, garantir o uso de todo o uniforme para proteger a refeição que está sendo preparada de possíveis contaminações.

Por isso, seu time precisa usar touca cobrindo todo o cabelo, jaleco para cobrir a roupa, calça comprida e sapatos fechados. Quem manipula alimentos pode ou optar por higienizar sempre as mãos de acordo com a normatização da ANVISA ou usar luvas. Mesmo quem fica apenas no gerenciamento do dinheiro e do caixa, dentro do ambiente do food truck, precisa seguir as regras de uniforme para minimizar qualquer risco de contaminação dos alimentos, afinal, essa pessoa também estará dentro da cozinha.

5 - Aplique técnicas simples de gestão de negócios no seu food truck

Com o food truck funcionando, é possível colocar em prática técnicas simples de gestão de negócios que vão fazer com que ele produza e renda mais dinheiro para você. Por isso, acompanhe métricas como:

  • Pratos que tem mais saída;
  • Bebidas que tem mais saída;
  • Produtos que resultam em maior resto ingesta;
  • Produtos que são sazonais;
  • Preferência de grupos de clientes específicos;
  • Horários de maior e menor saída de produtos.

Essas informações, além de lhe ajudar a fazer a conta certa sobre como estará o seu caixa no final do mês, também pode lhe ajudar na previsão de estoque e gerenciamento dos pedidos para os fornecedores - atividade que é extremamente importante para quem tem pouco espaço para guardar insumos.

Essas são apenas algumas dicas para seu Food Truck funcionar do jeito que você sonhou. Ainda tem dúvidas sobre o assunto? Compartilhe com a gente!