Descanso entre os exercícios: enrolação ou necessidade?

Quem vê os frequentadores de academia batendo um papo, olhando no celular, ou mesmo sem fazer nada entre um exercício e outro, deve pensar: “nossa, que enrolação!”.

Mas isso não é verdade! E vamos te explicar aqui o porquê descansar por um tempinho entre os exercícios pode ajudar, e muito, no resultado dos treinos.

Várias pesquisas mostram que o período de descanso entre exercícios de resistência (como a musculação) é necessário, principalmente quando o objetivo é o desenvolvimento muscular e o aumento da força máxima.

Os músculos precisam de um período de recuperação para fabricar novamente substâncias como a adenosina trifosfato intramuscular e fosfocreatina, que servem para trazer energia de volta aos músculos.

É por meio do descanso que é possível restaurar a força necessária para manter a intensidade do treino e as repetições, permitindo o desenvolvimento muscular e da força.

Agora a pergunta que não quer calar: quanto tempo devem demorar esses descansos?

A princípio, descansos entre 2 e 5 minutos já podem ajudar nessa recuperação dos músculos, mas algumas pesquisas mostram que intercalar descansos mais curtos e mais longos durante o treino pode trazer ainda mais benefícios.

Por fim, aqueles intervalos bem curtinhos, de 1 minuto, por exemplo, parecem não ajudar tanto, sabia? Uma pesquisa mostrou que parar por 3 ou 5 minutos permitiu que a pessoa realizasse mais repetições do exercício do que aquelas pessoas que descansaram por apenas 1 ou 2 minutinhos.

Por isso, lembre-se: fazer pequenos intervalos entre os exercícios é tão importante quando caprichar no seu treino, consumir proteína na quantidade adequada e se hidratar bem! Ah, mas não vale esticar muito as pausas e esquecer da sua atividade física, hein?!



Referências: 1.
Harris RC, Edwards RHT, Hultman E, Nordesjö LO, Nylind B, Sahlin K. The time course of phosphorylcreatine resynthesis during recovery of the quadriceps muscle in man. Pflügers Archiv. 1976; 367(2): 137-142. 2. Goto K, Nagasawa M, Yanagisawa O, Kizuka T, Ishii N, Takamatsu K. Muscular adaptations to combinations of high-and low-intensity resistance exercises. Journal of Strength and Conditioning Research. 2004; 18(4): 730-737. 3. Willardson JM, Burkett LN.  Acomparison of 3 different rest intervals on the exercise volume completed during a workout. The Journal of Strength & Conditioning Research. 2005; 19(1): 23-26.