MITOS E VERDADES SOBRE O TREINO PARA GESTANTES

A gestação é, sem dúvidas, um período mágico e realizador para muitas mulheres – afinal, aumentar a família e gerar uma nova vida é um acontecimento incrível e transformador!

Podemos dizer que parte da magia da gestação acontece pelo fato do corpo saber exatamente o que fazer – e ir aos poucos, sozinho, formando um novo ser humano. Mas sem dúvida, cuidados específicos para essa fase são imprescindíveis para que tudo transcorra de maneira tranquila e saudável.

Dentre estes cuidados estão os exercícios físicos! Sim, eles que muitas vezes podem gerar um certo receio por parte das gestantes, sem dúvida podem ajudar a trazer mais saúde e bem-estar para este período.

Antes de qualquer coisa, é importante lembrar que os exercícios físicos na gestação devem ser orientados e acompanhados pelo médico responsável e por um profissional de Educação Física.

Dito isso, vamos aos fatos e mitos sobre atividades físicas na gestação:

EXERCÍCIOS FÍSICOS TÊM FREQUÊNCIA E DURAÇÃO PRÉ-DETERMINADOS – VERDADE:

Equilíbrio é a palavra chave para uma vida balanceada, e sem dúvida isso não é diferente quando se trata de exercícios físicos na gravidez! Recomenda-se que grávidas saudáveis se exercitem de forma leve a moderada, de 3 a 5 vezes por semana, durante 30 minutos ou mais.


A GESTANTE PODE PRATICAR QUALQUER TIPO DE ATIVIDADE FÍSICA – VERDADE:

Com exceção de atividades que envolvam o risco de queda (como ciclismo, escalada, cavalgada), a gestante pode escolher o tipo de atividade física que mais lhe agradar: caminhada, alongamento, dança, pilates e atividades aquáticas como a hidroginástica.


EXERCÍCIOS FÍSICOS PODEM AUMENTAR O RISCO DE PARTO PREMATURO – MITO:

Quando feitos de maneira orientada, dentro da frequência e duração estipulados, exercícios de intensidade leve e moderada não trazem nenhum tipo de risco para a gestante e para o bebê.


ATIVIDADES FÍSICAS AJUDAM APENAS A CONTROLAR O PESO DA GESTANTE – MITO:

Pesquisas mostram que se movimentar pode trazer muitos benefícios à gestante – e que vão muito além do controle de peso! Exercícios físicos na gestação podem ajudar a prevenir a diabetes gestacional, melhorar dores lombares, colaborar para o controle da gordura corporal, diminuir câimbras nas pernas, fortalecer a musculatura abdominal e ainda aumentar da sensação de bem-estar. Incrível, não é mesmo?


Com tantas vantagens, deu para entender que os exercícios físicos podem – e devem – fazer parte da gestação. Lembre-se sempre de buscar a orientação do médico responsável e de um especialista, e aproveite tudo o que o movimento pode trazer de bom para você e seu bebê!



REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

  1. Surita FG, Nascimento SL, Silva JLP. Exercício físico e gestação. Rev Bras Ginecol Obstet. 2014; 36(12):531-4.

  2. Leitão MB, Lazzoli JK, Oliveira MAB, Nóbrega ACL, Silveira GG, Carvalho T et al. Posicionamento oficial da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte: atividade física e saúde na mulher. Rev Bras Med Esporte. 2000; 6(6): 215-20.