Por que amamos Albumina (e você também deveria)

A albumina é uma das proteínas mais importantes para a saúde humana. Entenda por que você também deve amá-la como nós amamos!

 Se você é uma pessoa antenada em assuntos relacionados a qualidade de saúde e alimentação, provavelmente já ouviu falar na albumina, não é mesmo? A albumina é uma proteína encontrada em abundância na clara do ovo (mas também com boa concentração no leite e no organismo humano) e muito valorizada no mercado de suplementação por ser barata e de fácil produção.

Exatamente por conta de sua fácil ingestão e aquisição, já que o ovo é um alimento barato e fácil de encontrar, é que ela é uma proteína que a gente ama recomendar para quem está precisando aumentar a ingestão desse macronutriente na alimentação.

Mas por que você deve amar a albumina tanto quanto a gente? Nesse artigo, contamos um pouco mais sobre as características, funções e benefícios da proteína para o nosso organismo e saúde.

Proteína de fácil absorção e alto valor biológico

A albumina é uma proteína que gostamos de classificar como de alto valor biológico (AVB). Proteínas AVB são aquelas que contam com todos os aminoácidos essenciais para a nossa saúde em sua estrutura e, por isso, são capazes de nutrir o organismo de maneira rápida e satisfatória.

Apenas em uma molécula de albumina é possível encontrar os nove aminoácidos essenciais para a nossa saúde: histidina, triptofano, valina, fenilalanina, treonina, isoleucina, metionina, lisina e leucina.

Funções metabólicas da albumina

Várias são as funções metabólicas realizadas pela albumina no organismo humano, afinal, ela é uma proteína essencial para o funcionamento de vários dos nossos sistemas corporais. Abaixo, citamos as principais em que ela tem participação indispensável:

  • Transporte de nutrientes no sangue;
  • Controle osmótico do sangue e tecidos corporais;
  • Ação antioxidante, combatendo radicais livres;
  • Eliminação de compostos tóxicos para o organismo na urina;
  • Estruturação da musculatura e tecidos corporais;
  • Formação de hormônios;
  • Fornecimento de aminoácidos e energia para o organismo.

Benefícios do consumo da albumina

Nós amamos a albumina não apenas por conta de suas funções metabólicas basais para o organismo humano. Amamos essa proteína também por conta dos benefícios fornecidos por ela após sua ingestão na alimentação. Que tal conhecer alguns deles?

Ganho de massa muscular

Assim como a grande maioria das proteínas de alto valor biológico, a albumina tem um papel importante na construção de novas fibras musculares no organismo, quando ingerida de maneira correta. Além disso, ela é capaz de auxiliar no transporte de minerais como o ferro, zinco e magnésio, que também participam dessa construção.

Maior sensação de saciedade

A albumina também atua de maneira importante na construção da nossa sensação de saciedade. Uma refeição rica nessa proteína tem tempo de digestão e esvaziamento gástrico mais lento e, dessa maneira, pode influenciar em uma sensação de saciedade mais duradoura, que pode auxiliar no controle do apetite. Em alguns casos, essa sensação de saciedade pode inclusive resultar em melhor controle e redução do peso corporal.

Excelente fonte de proteína sem lactose

Para quem sofre com sintomas de intolerância à lactose e precisa aumentar a ingestão de carboidratos de alto valor biológico, a albumina é um importante aliado para uma alimentação de qualidade. Como ela não conta com lactose em suas estruturas (como observamos em outros suplementos proteicos, como o whey protein), a albumina é uma opção viável e saudável de fonte proteica para esses indivíduos.

Função importante no tratamento de condições clínicas

A medicina também valoriza o uso da albumina no tratamento de pacientes com algumas condições clínicas mais crônicas. Essa proteína é usada no tratamento de cirroses graves, cirurgias de coração, queimaduras de alto grau e até em choques hipovolêmicos. Ela é poderosa mesmo!

Por ser uma proteína de absorção lenta, é importante lembrar de consumir a albumina em momentos de repouso ou pós-exercício para evitar sintomas de desconforto durante alguma situação em que o corpo está em movimento mais intenso. Ela pode ser adicionada a qualquer tipo de alimento ou bebida, sem prejuízo de suas funções corporais.

É importante, entretanto, sempre seguir a orientação profissional de um nutricionista ou médico para saber como e quanto usar dessa proteína no seu dia a dia.

Depois de ler esse texto, você ama a albumina tanto quanto nós amamos? Tire suas dúvidas sobre o assunto com a gente!