Você conhece o flexitarianismo?

O vegetarianismo é uma prática que está cada vez mais forte no mundo, incluindo o Brasil. É um tipo de dieta que, segundo a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), consiste em excluir todos os tipos de carne da alimentação, seja por saúde própria ou por preocupação com o bem-estar animal. Diversas vertentes surgiram dessa premissa básica, tais como o flexitarianismo, também conhecido como semivegetarianismo. Nesta prática alimentar, o fundamento é a redução de carnes e frutos do mar, por isso a junção das palavras "flexível" e "vegetarianismo".

Interessante ressaltar que esta dieta não determina a quantidade de carne e frutos do mar que se pode consumir, apenas indica que seus apoiadores devem priorizar os alimentos de origem vegetal, sem eliminar completamente os de origem animal, consumindo-os de forma esporádica e reduzida.

As proteínas são importantes para o crescimento e reparação das células, para o ganho e a manutenção dos músculos, transmissão de impulsos nervosos e para a imunidade, e é sabido que as maiores fontes dessa substância são as de origem animal. Então é possível viver bem com essa dieta?

Para os praticantes do flexitarianismo, isso não é um problema, já que os laticínios e ovos são liberados como fontes mais do que seguras de proteínas. Além disso, alguns grãos, como nozes e leguminosas, também são fontes proteicas.

O alerta fica: para qualquer tipo de padrão alimentar, com ou sem carne, é importante a consulta de um profissional de nutrição qualificado que, além de orientar você em como montar sua dieta de forma equilibrada, também ficará de olho nos seus exames. E claro, caso você esteja pensando em aderir ao flexitarianismo, a MaxxiOvos tem uma linha diversificada de produtos para garantir sua nutrição proteica no dia a dia.